quinta-feira, 27 de agosto de 2009

O Ego nosso de cada dia









O Ego nosso de cada dia

O ego nos acompanha desde crianças. Observo meu filho Rakim (1 ano e oito meses) e noto o seu ego infantil.Mesmo sem ter a noção do que seja o ego,ele já manifesta em sua personalidade.

Todos dizem que a criança não tem maldade. Em minha honesta opinião, ela tem sim. Se não tivesse, eu não teria tantos traumas de infância, causado por crianças e seus comentários maldosos (meu ego infantil).Sobre minha cor,meu cabelo,sobre o meu corpo.
Nosso ego é alimentado pela sociedade, mas começa em nosso lar com nossos pais.E a parti daí pouco a pouco e adicionado um pouco do ego de cada pessoa nesta criança .Vivo dizendo como meu filho é gatão é ele é mesmo, desculpe a falsa modéstia (o ego vaidade).Ele já sabendo disso abusa de seu charme para conseguir tudo que quer.

O ego produzido pela sociedade é o mais letal de todos. Nele se reproduz nossos medos. O medo de não sermos aceito, o medo de não alcançar, o medo da solidão, o medo, o medo. Nossa que chatice sempre o medo.
Todos temos os dois lados do Ego. Um bonzinho e outro muito mal.Não acredito no Ego bom,pois até boas ações são refletidas do ego mal.Aquela sensação de eu sou uma pessoa boa eu faço o bem. Mas quero que o mundo veja isso!


 A humildade é o Ego camuflado.

Nosso Ego sempre esta abalado, sempre à procura de alimento, de alguém que o aprecie. É por isso que você está continuamente pedindo atenção. Por isso a doença mental cresce a cada dia.
Precisamos realmente ter? “...carros,panos da hora,moto,dindim,panos da hora,moto,celular panos da hora.." (musica Carlos Avonts).

Ser aceitos em tribos,ser popular na escola.Mas tudo tem seu preço.Com a necessidade de pertencer de ter status.Entrar em grupos formados não e fácil existe uma certa competição o medo da perda de poder, com o a chegada do novo integrante. O que falta é a união.Pois alguns grupos não agregam mas sim segregam.Mas tudo na vida é um aprendizado.Ganhamos e perdemos todos os dias, com nossas escolhas .







Mas mesmo após atingir este falso status ainda nos sentimos com um grande vazio. Temos medo de nos livrar do Ego,pois achamos que ele é importante para nossas pulsações.Imaginem alguém sem ego algum.O ego se faz necessário para almejar um emprego melhor ?Uma casa maior?E não venha com este papo o material não importa.Se pensa assim faça igual a “Che” e vá procurar uma guerrilha para fazer parte.Mas antes de ir passa aqui e deixa todos seus bem comigo.Te garanto que serão muito bem administrados(o meu ego ganancioso) .


O ego tem certa qualidade. Ele foi dado a você pela sociedade, cabe a você saber usá-lo, saber domá-lo .Ou expusá-lo de vez de sua vida.Pois mesmo tentando domá-lo ele sempre será mais forte que você.Esta ligado a todos os setores de sua vida.Com seus amigos ,com sua família e principalmente no seu ambiente de trabalho.O trabalho e o ego são parceiros.E muitas vezes parceiros do mal.
E muito fácil ver o ego dos outros. O difícil é ver nosso próprio Ego.Eu por exemplo não sei o meu (meu ego mentiroso).


Todos sabemos qual é o nosso ego. Sabemos até quem nos deu este presente Gregoriano.
Cuidado com seu ego, pois ele te acompanhará por boa parte de sua vida. Sempre te sugerindo te manipulando. Conheça-o ,estude o, para que um dia possa dar adeus a ele e serás feliz e livre. Que leve consigo todos os medos. E neste momento diga agora, baixinho em seu ouvido “agora posso andar sem você”. Mas mesmo assim será um ego. O ego da vingança.


Palavras de OSHO
“Por um certo tempo, todos os limites ficarão perdidos. Por um certo tempo, você vai se sentir atordoado. Por um certo tempo, você vai se sentir muito amedrontado e abalado, como se tivesse havido um terremoto.
Mas 
se você for corajoso e não voltar para trás, se você não voltar a cair no ego, mas for sempre em frente, existe um centro oculto dentro de você, um centro que você tem carregado por muitas vidas. Esse centro é a sua alma, o eu.

Uma vez que você se aproxime dele, tudo muda, tudo volta a se assentar novamente. Mas agora esse assentamento não é feito pela sociedade. Agora, tudo se torna um cosmos e não um caos, nasce uma nova ordem. Mas essa não é a ordem da sociedade - essa é a própria ordem da existência.”
“Não tenha pressa em abandoná-lo, simplesmente o observe. Quanto mais você observa, mais capaz você se torna. De repente, um dia, você simplesmente percebe que ele desapareceu. E quando ele desaparece por si mesmo, somente então ele realmente desaparece. Porque não existe outra maneira. Você não pode abandoná-lo antes do tempo. Ele cai exatamente como uma folha seca.


Quando você tiver amadurecido através da compreensão, da consciência, e tiver sentido com totalidade que o ego é a causa de toda a sua infelicidade, um dia você simplesmente vê a folha seca caindo... 
e então o verdadeiro centro surge.


E esse 
centro verdadeiro é a alma, o eu, o deus, a verdade, ou como quiser chamá-lo. Você pode lhe dar qualquer nome, aquele que preferir”.



Caros amigos qual é seu maior Ego?


Alafia 
para todos.



Myspace Carlos Avonts :
Osho, em "Além das Fronteiras da Mente”

2 comentários:

  1. Muito bom e necessário termos essa noção do que é nosso ego e o quanto ele simboliza nossa personalidade, nosso "Le bien Le mal" como disse Guru e Mc Solarr anos atrás quando eu esperava até uma e meia da madruga pra ver o YO Mtv e como diz diversos mestres zen pelo mundo afora...
    o foda mesmo é termos este embate com nós mesmos pois como diz o oráculo mais antigo do mundo...CONHEÇA- TE A TI MESMO.



    PARABÉNS OMNIRA PELA SUA CORAGEM EM NOS TRAZER ESTA REFLEXÃO QUE É COMO A POESIA AO MEU VER;
    NOS CONFORTA, NOS TRANSTORNA E NOS TRANSFORMA!

    ARQUEIRO.

    ResponderExcluir
  2. Ótimo texto, parabéns. Qdo der visita meu blog www.ecosdotelecoteco.blogspot.com . Sucesso e forte abraço..

    ResponderExcluir