quarta-feira, 31 de março de 2010

"Dá- me a luz, dai me o fogo"

Quando o conheci estava em um momento muito fragil e triste de minha vida.Não posso dizer que fui seduzida,pois já estava com mais de 20 anos e já sabia o certo e o errado.Não faltaram conselhos  para não me aproximar.
Tinha acabado um relacionamento de 6 anos e estava aos frangalhos.Não foi ele que me procurou mais sim eu.Achei que com ele todos meus problemas sumiriam.Não se cura um amor com outro?E assim eu o fiz.No começo foi um caso banal e somente o procurava uma vez por semana.Mas depois me tornei dependênte de tudo nele.Passava o dia inteiro com ele.
Era uma relação prazerosa, mas tudo que passa a ser dependência não tem um final feliz.


Não conseguia mas larga-lo.E olha que tentei.Entre indas e vindas eu me culpava por não colocar um final na relação.Acordava e a primeira coisa que fazia era procurar seu colo.Seu cheiro estava perfurado em minhas mãos,em meu cabelo, em minha pele.E quando não o achava em meu alcance tinha muita ansiedade.Ele me ajudava a ser mais social e porque não, à conhecer novas pessoas.Depois do sexo era nele que pensava.

Durante mais de dez anos nos aturamos.E mesmo com um alto grau de dependência,ele me ajudou em momentos felizes e tristes de minha vida.
Durante minha gravidez tive que deixa-lo.Ou era ele ou meu filho.Escolhi meu filho sem pensar.Com esta separação engordei e fiquei neurótica.As mudanças de hormônios tb ajudaram.
E nos momentos de alegrias e tristezas ele não estava mais lá.No nascimento de meu filho ele não estava lá.Como queria vê-lo depois do parto.Toda mulher merece, pelo menos nesta hora de grande bravura.

Nossa separação durou um pouco mais de 1 ano.Impensavelmente o procurei e mesmo sem seus vestigios em meu corpo, insistir na volta.
Não preciso dizer como fui criticada por procura-lo depois de tanto tempo longe.Quem nunca errou atirre a primeira bituca.
Hoje já faz quatro semana que não o procuro.Prometi a mim mesma que essa dependência teria um final.
E a cada dia sinto menos sua falta.O seu cheiro não esta mais em mim,jã posso respirar melhor,caminhar melhor e em meus beijos não trarei mas seus pensamentos.


Espero que ele seja feliz.Mas que seja feliz sozinho.Não serei chata em ficar criticando quem o tem.Ele foi bom para mim enquanto durou.Mas tudo tem um fim.Estou naquela fase "somente hj" e espero que nunca mais.Foi muito dificil a separação mas não posso aceitar esta dominação.Sou muito mais forte que ele.E não vou deixar que me leve, como o fez com tantas pessoas queridas.Por pura vaidade ou falda de vontade de dizer Stop.
Fico com vontade quando o vejo em outras mãos,em outras bocas e até invejo quem o possui.Mas também tenho orgulho por minha decisão de deixa-lo.
Agora serei feliz mesmo sem sua presença.
Mesmo sem sua falsa companhia.Mesmo sem seu alto poder de sedução.


5 comentários:

  1. Visite o Divulga Meu Blog! e aumente as visitas do seu blog!

    http://divulgameublog.blogspot.com

    http://twitter.com/divulgameublog

    ResponderExcluir
  2. olá, fico contente que tenha parado, mas é uma batalha diária não é mesmo?


    estarei ao seu lado!!

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Pelo Mundo
    Pelas companhias
    Pela Saúde
    Pelo Amor Próprio
    Pela Vontade de ser feliz mesmo sem a sua presença
    Pela vitória, onde várias vezes te derrotaste
    Pela coragem em revelar-nos sua esperiência de vida
    Por tudo e por nada

    Parabenizamos-te
    E simpatizamo-nos com a sua personalidade
    forte e aberta.

    melhores cumprimentos
    Mário Lhamine
    Editora Ndjira
    www.editora-ndjira.blogspost.com
    (Outros Caminhos)

    ResponderExcluir
  4. Seja bem vinda ao Ecos querida, estou passeando por aqui .. bjo

    ResponderExcluir
  5. Querida, adorei o ato de bravura, mas amei mesmo o texto: da lucidez à combinação de palavras. Como está agora? Ainda resistindo a esse fogo todo? Me conta! rsrs

    Ah, escreva mais pra gente! Estou esperando...

    Abraços

    ResponderExcluir